Paróquia de Paços de Ferreira Igreja de Paços de Ferreira

A Igreja e a Paróquia de Santa Eulália

Através da História

A referência documental mais antiga à Igreja de Santa Eulália de Paços de Ferreira remonta à segunda metade do século décimo (959). Encontra-se no Livro de Mumadona, Condessa de Guimarães.

Por um lado, a região onde se encontra, de povoamento pré-histórico (Citânia de Sanfins), foi intensamente romanizada, como atestam os numerosos achados arqueológicos (os castros e os castelos), mas sobretudo a toponímia (existem, em muitas freguesias, os lugares de Vila, Vilar, Vila Nova, Fundo de Vila, Cimo de Vila, Agro e Agras, Quintãs, Paço).

 

Na freguesia de Paços de Ferreira foram encontrados vestígios romanos, no lugar das Quintãs, junto da estrada que sobe para Modelos. Aí se descobriram os alicerces de uma ampla construção retangular e restos abundantes de tégulas. Além disso, ao ser construída a Casa do Rego, foram achadas várias ânforas de sepultura, em bom estado de conservação, atribuídas ao século IV. E ainda hoje alguns campos vizinhos são chamados de Castelos e Cemitérios.

Passo a rezar

Cor do tema
Opções do layout
Layout patterns
Boxed layout images
header topbar
header color
header position